Primeira vez no Blog?

O artigo Vozes na Cabeça descreve o que o blog propõe. Quais são as suas reais finalidades e também serve de um pequeno manual e amostra do que acontece aqui. LEI-A E NUNCA MAIS IRÁ DORMIR SOSSEGADO.

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Vozes na Cabeça


Por que alguém escreve um blog sobre conspirações?

Pare de ler este blog agora. Você tem coisa melhor a fazer. Você tem mulher, casa, filho, cachorro, gato e emprego. Você poderá admitir, mas gosta da rotina: Pega o carro toda manhã na garagem. Chega no escritório e bebe café no copo de plástico. Paquera a gostosa do marketing. Vai para a praia no sábado de manhã. Faz plano. Sua vida é segura. Tranqüila. Calma. Previsível. Talvez previsível demais, você pensa. Seria melhor viver num universo paralelo, cheio de aventura e perigo. Segredos e mistérios.
Tramas macabras e excitantes. Foi por isso que você encontrou o blog ("Seres Conspiratórios? Deve ser interessante...”) e começou a ler a o artigo "Vozes na Cabeça". 
Blog errado, meu amigo. Se você gosta da sua rotina, da sua vida previsível, do seu mundo pacato e das suas certezas, feche este blog agora. Você não vai dormir em paz se for em frente.
Talvez não durma nunca mais.



▲▲▲





Você continua aí?
Muito bem. Então prossiga por sua conta e risco.
Este é um blog de conspirações baseado no livro "Conspirações: Tudo o que eles não querem que você saiba". Todas as conspirações já arquitetadas, denunciadas, reveladas, pesquisadas, forjadas ou imaginadas. Todas as conspirações já relatadas em livros, documentos, websites e lendas urbanas. Todas as conspirações que o autor Edson Aran conseguiu descobrir.

Comece a ler este blog por onde quiser. Procure o verbete que você acha mais interessante e deixe que as referências cruzadas conduzam a sua leitura. Sempre que você encontrar uma palavra escrita em letras MAIÚSCULAS PRETAS isso é um link e significa que há outro verbete que complementa ou aprofunda o primeiro texto. Algumas indicações de leitura estão diretamente relacionadas à teoria conspiratória que você persegue. Outras têm relações indiretas e muito mais excitantes.
De qualquer forma, você vai entrar num labirinto. Nada é o que parece. Os caminhos se bifurcam, convergem, mudam, desviam e podem levá-Io a lugares completamente imprevisíveis. Não adianta amarrar um fio na entrada para voltar pelo mesmo caminho. Não existe saída.
A conspiração é parte da história humana. Sempre foi. Nós conspiramos pra manter nosso emprego e conquistar a gostosa do mar­keting. Nós conspiramos quando aumentamos o preço do carro que queremos vender. Nós conspiramos quando exageramos nossas realizações para conseguir um aumento. Nós conspiramos quando criamos ou reproduzimos boatos desagradáveis sobre o colega de trabalho cuja posição cobiçamos. Nós conspiramos. É a nossa natureza. E quando o adversário percebe nossa estratégia dissimulada de sabotagem, nós o acusamos de paranóico.
O conspirador mais eficiente é aquele que convence o maior número de pessoas de que seus delatores são malucos.
Ou que arquiteta tramas tão bizantinas que é impossível des­ vendar seus objetivos reais.
Isso nos leva a uma especulação das mais interessantes. A conspiração mais absurda, ridícula e inacreditável que você encontrar neste blog talvez seja, na verdade, a única que merece crédito. Pense nisso.

▲▲▲

Outra coisa que você precisa saber antes de entrar no labirinto: não existem falsas conspirações. Toda conspiração, qualquer uma, e verdadeira. Eu explico. Quando um grupo social, étnico ou religioso e acusado de tramar secretamente pela dominação mundial, a conspiração se torna imediatamente real. Depois que a denuncia e feita, já não importa se e concreta ou decrépita. Mesmo que seja totalmente desprovida de lógica, a trama se torna verdadeira. Os supostos conspiradores vão perder o resto da vida tentando desmontar a acusação. Não adianta. Alguém sempre acreditara nos acusadoresTalvez alguém ate imagine que a solução do problema e isolar os supostos conspiradores em guetos ou prisões. Talvez alguém invente uma solução final para os conspiradores. Talvez a unica forma de defesa dos acusados seja ação. Talvez eles precisem tornar real a conspiração atribuída a eles.
Veja:
- Há um conspirador por trás de toda conspiração.
- Há um conspirador por trás de toda suspeita de conspiração.
- Há um conspirador por trás de toda denuncia de conspiração.

▲▲▲

Teorias conspiratórias nunca são inocentes. A tese mais ingênua pode escondeobjetivos dos mais tenebrososUm exemplo. Muita gente acredita - talvez você também acredite - que ciência oficiaignora os vestígios de uma super-civilização na nossa pré-história. Chame esta civilização de Atlântida. Chame de Lamúria. Chame do que quiser.
Todos nos torcemos secretamente para que a arqueologia oficial esteja errada. A idéia de ancestrais superpoderosos, semidivinos, sempre mexeu com a imaginação humana. E a Idade do Ouro, o Paraíso perdido.
Mas a crença numa raça superior, capaz de construir um império marítimo quando o resto da humanidade ainda era um aglomerado de tribos bárbaras, esconde armadilhas insuspeitas. Cedo ou tarde, qualquer raça que se pretende superior toma para si o trabalho de eliminar as raças inferiores. Cedo ou tarde, a crença na existência da raça superior faz com que os crédulos se sintam superiores. Cedo ou tarde, isso tudo acaba em bobagem.
Cuidado com as entrelinhas, leitor. Atenção aos subplots. Fique atento, principalmente, às idéias sugeridas e não explicitadas.
E, acima de tudo, desconfie de tudoo que você lê. Deste Blog, inclusive.
E tenha cuidado ao zombar de idéias aparentemente absurdas.
Veja que estranho: a mesma mídia que despreza os esforços de uma seita maluca para criar um clone humano celebra a existência de uma inteligência cósmica que se dedica a cuidar do universo. Alguém aí consegue me explicar por que a primeira idéia é mais risível do que a segunda?
O conjunto de idéias que dá suporte ao senso comum é resultado de uma gigantesca seqüência de expurgos. Sobreviveram apenas os conceitos que causam menos estranheza, produzem menos cacofonia e não subvertem a ordem estabelecida. A história, alguém já disse, é escrita pelos vencedores. As idéias tambémO mundo cartesiano e lógico que está aí fora é só mais uma conspiração bem orquestrada.
O caçador de conspirações é o herege do Terceiro Milênio. Ele nega a verdade consensual e inventa· suas próprias certezas. Às vezes, inventa até os próprios inimigos.

▲▲▲

Mas, por que, você pensa alguém resolve viver dentro de um roteiro de filme B? A vida já é complicada demais. Tem trânsito, poluição, patrão, aluguel, salário baixo, gente chatablog chatoPor que inventar problemas? Por que viver num mundo controlado por sociedades secretasentupido de bases alienígenas subterrâneas, manipulado por nazistas foragidos e assombrado por denios?
É simplesO herói se mede pelo vilãoDenunciar uma organização secreta faz de qualquepobre mortal um super-herói. Além disso, justifica nossos eventuais fracassos. A culpa nunca é nossa, é sempre deles. Eles. Them. Os outrosEu não estou OK, você não está OK alguém, com certeza, é responsável por isso.
O problema é que a teoria conspiratória é como o monstro do doutoFrankenstein: quem a cria geralmente é destruído por ela. Ela ganhvida própriaGanha acréscimosGanha evidênciasGanha adeptosE, como a criatura criadpelo barão, sai pelmundo arrumando confusão.
Conspiração é um perigo. Até para quem conspira.
Se você chegou até aqui, não adianta tentar convencê-Io a não prosseguir. Vá em frente e divirta-se. E caso alguma das várias considerações relatadas aqui o deixe realmente intrigado, dê uma espia  da na seção "Bibliografia, web sites e outras leituras interessantes':
Alvocê vai encontrar todas as dicas para continuar sua aventura (sua pesquisa, sua luta, sua denúncia) por contra própria.
Desconfie de tudo o que lerMas esteja alerta para a possibilidade de que em algum lugar destas páginas talvez exista uma grande verdade oculta.
Este mundo é dos que acreditam leitor. Nós só vivemos aqui.
Paulo Henrique
ARAN Junho, 2010.

0 comentários:

Postar um comentário

 

Seres Conspiratórios. Copyright 2008 All Rights Reserved Revolution Two Church theme by Brian Gardner Converted into Blogger Template by Bloganol dot com